class="post-template-default single single-post postid-269 single-format-standard has-sticky-header">

Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Como definir prioridades na sua rotina de corretor

Tem dificuldades para definir as prioridades dentro de sua corretora? Nossa dica é: separe o que é importante do que é apenas momentâneo.


Você chega em sua corretora um pouco mais cedo do que o habitual, pois tem uma importante reunião com parceiros a tarde, e precisa finalizar o relatório que irá apresentar para eles. Sua agenda toca um alarme para lembrá-lo de realizar as cobranças atrasadas e você perde o foco que tinha no relatório, aproveitando para checar o WhatsApp – lá se vai grande parte do seu dia de trabalho. A consultoria Franklin Covey realizou uma pesquisa com mais de 350 mil pessoas em 25 países, e constatou que 70% do nosso tempo é gasto para resolver assuntos urgentes ou irrelevantes. Por isso, definir prioridades é essencial para evitar o desperdício de tempo.

Para ajudar na definição de prioridades, e, consequentemente, na gestão do tempo, é comum dividir as funções em quatro quadrantes.

Primeiro quadrante

As tarefas que possuem alta importância e muita urgência se encaixam neste quadrante. No exemplo inicial que demos, a reunião com os parceiros pode ser importante para sua corretora, e ainda falta finalizar o relatório, que precisa ser feito urgentemente.

Coachs de performance profissional aconselham a enquadrar apenas 20% de suas atividades diárias nesta categoria, para evitar que elas fiquem incompletas ou sejam mal executadas.

Segundo quadrante

Se a atividade é importante, mas não tão urgente, ela entra no segundo quadrante. O ideal seria que 60% de suas tarefas ficassem nesta categoria, pois assim você estaria lidando com assuntos relevantes e teria tempo para resolvê-los com calma.

Os planos a longo prazo da sua empresa devem sempre ser tratados como uma tarefa de segundo quadrante. Demos como exemplo estudar sobre o produto que sua corretora irá disponibilizar no mês seguinte, mas, qualquer decisão importante que seja tomada por você precisa ser meticulosamente analisada antes, e esta análise, estudo ou aprendizado deve ser uma de suas prioridades.

Uma atividade importante cumprida antes que seu prazo se esgote e ela passe para o primeiro quadrante apresenta maiores chances de estar bem feita.

 

Terceiro quadrante

Cobrar seus clientes que estão em débito com você pode ser urgente, mas não tão importante quanto o relatório da reunião. Em teoria, 15% das tarefas do dia-a-dia deveriam estar no terceiro quadrante, por mais que elas tenham um apelo de serem imediatamente cumpridas, elas não agregam valor e resultados tão altos para sua corretora como as que são importantes.

Uma atividade urgente desvia o foco de sua atenção por breves momentos, fazendo com que você deixe lado o que é importante de fato. Nestes casos, se for possível, delegue-a  para outra pessoa.

 

Quarto quadrante

Durante o horário de trabalho, tarefas que têm baixa ou nenhuma importância e urgência se encaixam no quarto quadrante, e devem ocupar apenas 5% da sua rotina. Conferir suas redes sociais ou navegar na Internet sem nenhum objetivo produtivo são exemplos de desperdício de tempo, que devem ser evitadas por você.


Com este artigo esperamos estar contribuindo para que você trabalhe melhor com seus leads e aumente suas vendas. Fique à vontade para deixar seus comentários ou entrar em contato conosco, caso tenha qualquer dúvida ou sugestão.

Comentários

Deixar um comentário